carregando
Carregando...
Noticiado em: 11/10/2017
MÚSICOS DE JAPERI SELECIONADOS PARA TOCAR COM A ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA

 

Dezessete músicos de Japeri foram selecionados para tocar com a Orquestra Sinfônica Brasileira, dia 13 de dezembro, no Paço Municipal. O resultado da escolha saiu na segunda-feira, dia 9, depois do teste de audição, com mais oito candidatos, no orfanato do Instituto Evangélico Augustinho de Souza.

         O grupo vai se apresenta gratuitamente na cidade. A ação é resultado da parceria firmada entre a Prefeitura de Japeri e a Sinfônica. Os candidatos, avaliados por músicos da Orquestra Sinfônica, receberam partituras de músicas, como Aquarela do Brasil e Garota de Ipanema.

         Os candidatos japerienses usaram flauta, trompete, clarinete, violino, trombone, prato/caixa, pandeiro, ganza tamborim e shake (improviso), triângulo, caixa (percussão), entre outros instrumentos.

         Timpanista da Orquestra Sinfônica Brasileira, Rodrigo Foti, foi um dos professores que fizeram a avaliação e ‘pinçaram’ os japerienses que se saíram melhor no teste. 

         “Escolhi dois percussionistas. Um vai tocar duas músicas (Aquarela do Brasil e Garota de Ipanema) e o outro, apenas uma. Foi uma seleção muito difícil, pois todos são talentosos, com belo futuro pela frente. Esse projeto torna a orquestra mais acessível para todos, inclusive para as crianças, até mesmo como um sonho a ser realizado. Não é fácil ser um músico da orquestra, porque requer muito estudo e disciplina. A nossa música é universal, não é específica. Ela estimula a escuta, a imaginação, torna as pessoas mais sensíveis. Esse contato é importante., pois torna o ser humano melhor”, explicou Foti.

         Amante da música clássica, Felipe Souza Silva, de 34 anos, foi um dos 17 selecionados para se apresentar com a Orquestra Sinfônica Brasileira em Japeri. Morador do bairro Nova Belém, o jovem, especialista em percussão, já sonha com a oportunidade. 

         “Será um momento único, mágico e especial. É o início de um sonho de qualquer garoto, de qualquer músico. Vou me emocionar ao subir no palco com a orquestra. Esse projeto da prefeitura de Japeri vai estimular outros músicos a se dedicarem aos estudos. Novos talentos vão surgir”, acredita o rapaz.

         Mesmo com a perda de 65% da audição dos dois ouvidos, o militar do Exército Ryhan Botelho Eduardo, 22, foi um dos jovens que tentaram impressionar os músicos da Orquestra Sinfônica. Mesmo demonstrando talento com seu clarinete, ele não foi selecionado para tocar no dia 13 de dezembro, mas isso não vai impedir de seguir seu sonho. 

         “Concorri com outros músicos que são de muita qualidade. Nada de desanimar. Vou continuar estudando e me dedicando para, quem sabe, um dia, tocar com a orquestra. É o sonho de qualquer um”, afirmou o jovem.

         Para o secretário municipal de Cultura, Marcos Arruda, Japeri vai contar no ano que vem com o projeto ‘Orquestra em Sala’. “Os professores vão fazer palestras com os músicos da orquestra e passam conhecimentos aos alunos. Isso vai estimular outros músicos. Ter 17 selecionados para tocar com a Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro é um número satisfatório. Eles começam a terem as aulas no dia 6 de novembro”, anunciou.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

 

Versão para impressão
Prefeitura Municipal de Japeri
Mensagem
Ok
Prefeitura Municipal de Japeri
Mensagem
Ok